Página InicialNa MídiaNotícias das Regionais

14/11/2015 - Foz do Iguaçu recebeu empresários de Tecnologia da Informação de todo o Brasil no ParanáTIC 2015

Realizado em parceria da Assespro-Paraná com o Sebrae, o ParanáTIC reúne empresários, pesquisadores, professores, estudantes e profissionais da área de Tecnologia da Informação e Comunicações, com o objetivo de promover a integração de pessoas visando a criação de empresas, produtos e serviços inovadores. Tem como desafio articular iniciativa privada, poder público e academia para consolidar o Paraná como referência em inovação tecnológica no Brasil.

 

 

 


Diretor Presidente Assespro/Paraná, Sandro Molés da Silva, falou a respeito da realização do evento que pela primeira vez está sendo realizado em Foz do Iguaçu:

Porque o ParanáTIC está em Foz do Iguaçu neste ano?

Sandro – O evento está na sexta edição  e normalmente acontecia em Curitiba, estudamos como estava indo a evolução do evento e percebemos que precisava sair daquela cara de ser evento regional/Paraná. Estudamos e a composição com Foz do Iguaçu e o PTI, adotando o evento como sendo local, com características internacionais por ser tríplice fronteira, quando fazemos essa conotação de evento internacional e a possibilidade de aproximar nosso mercado que jáé grande nacionalmente, trazemos a oportunidade de nossas empresas fazerem negócios internacionais. As empresas de TI brasileiras tem um caráter de serem muito pequenas inda, algumas são grandes;  mais as pequenas com oito ou dez funcionários, isso é um característica de sermos regionalistas. Temos que começar a expandir o mercado, a nível nacional e abrindo oportunidades para o mercado internacional. O evento quando vem, já vem com palestras e trazem características internacionais para nossos negócios, a exposição passou do âmbito regional para empresas de TI de tecnologia, começamos a trazer a aproximação com o mercado do v\rejo de turismo que é uma característica regional aqui de Foz do Iguaçu abrindo oportunidades para novos negócios no futuro . Foz do Iguaçu com todo o seu aparato turístico com bons hotéis, é interessante trazer eventos para cá na visão nossa geral, como representantes de 16 estados que antes não poderiam vir ao evento, agora estão aqui reforçando o turismo da cidade, uma vez que aqui estão 400 pessoas que vieram exclusivamente para esse evento, tanto do Brasil quanto de outros países, como dos Estados Unidos, por exemplo, mas com características internacionais mesmo, será à partir da próxima edição. Recebemos o apoio do prefeito Reni Pereira e vamos continuar trazendo o evento para cá.

Como funciona a dinâmica do evento?

Sandro – Nosso evento é formado por palestras de conteúdo genérico , sobre mercado econômico, mercado internacional o posicionamento do mercado mas também temos as trilhas direcionadas, como para o varejo, para o turismo e a inovação, tivemos também o evento chamado hackathon, que discutiu o problema social de Foz do Iguaçu e ele é um desafio de 24 horas a jovens empreendedores, estudantes de faculdades para criarem um produto que seja diferencial, que torne a vida do cidadão de Foz do Iguaçu diferenciada, isso traz um bem para a sociedade, traz os inovadores realmente que começam a fazer algo, não apenas teoria, mas  num evento com o hackathon o desafio é transformar teoria em realidade e quem sabe num novo empreendimento, empreendimento de sucesso; que traz benefícios para a universidade que cria estudantes; para a prefeito traz a oportunidade de resolver problemas locais e para a sociedade em si que na verdade se beneficia de algo que é feito num conjunto, escola/universidade/alunos/entidades comerciais e prefeitura para resolver problemas pontuais da cidade”.

Quem acaba ganhando com um evento desta magnitude?

Sandro – “Quando a gente traz um evento com toda essa tecnologia envolvida e ainda vão nos apresentar drones, robótica, exposições, inclusive com o carro elétrico da Itaipu, a sociedade ganha porque passamos a nos preocupar mais com o uso indiscriminado da energia, com economia de papel e de água por exemplo. Em termos de tecnologia estamos buscando os meios mais eficazes para fazer isso acontecer criando projetos que venha trazer benefícios para a sociedade, de fato , como mobilidade urbana, diminuição da poluição, abaixando os níveis de consumo de combustíveis, ocasionando a diminuição dos preços da ponta final da cadeia, para isso precisamos colaborar para que as condições do tempo se mantenham equilibradas com chuvas no tempo certo, por exemplo, que beneficiam a todos, o ganho final será da sociedade”.

 

Fonte: Jornal do Iguassu

Editar esta página (área restrita)

 

Institucional

Associados

Biografias

Depoimentos

Diretoria Nacional

Diretorias Regionais

Histórico

Internacional

Missão, Visão e Valores

Núcleos Regionais

Transparência

Contatos

Contate Nossa Assessoria

Onde Estamos

Receba nossa Comunicação

Sua Opinião

Webmaster

Associe-se!

Filie-se Já!

Quem pode se Associar

Seja um Conveniado

Seja um Patrocinador

Benefícios

Comerciais

Competitividade

Eventos

Juridico-Tributarios

Reconhecimento

Recursos Humanos

Representatividade

Salas e Auditórios

Biblioteca

Agenda do Setor de TI

Dados de Mercado

Documentos

Inscritos em Prêmiações em Andamento

Inscritos em Premiações Encerradas

Legislação

Material de Eventos

Oportunidades de Negócios

Perguntas Frequentes

Recomendações

Loja Virtual

Inscrição Prof. Imre Simon - 2014 - ASSOCIADOS

Inscrição Prof. Imre Simon - 2014 - NÃO ASSOCIADOS

Livro 'Juntos Somos Mais'

Na Mídia

Artigos

Clipping

Mídias Sociais

Newsletter

Notícias das Regionais

Notícias do Setor

Notícias dos Associados

Press Kit

Press Releases

Revista TI

Semana em Brasília

>
 
 
 

(C)opyright 1976 - 2016 by Assespro Nacional

Sede: SRTVS - Quadra 701 - Bloco A - Salas 829/831
Edifício Centro Empresarial Brasília
70340-907 Brasília (DF) - Brasil
Fone/Fax: +55 (61) 3201-0932

 

Layout desenvolvido por: