Página InicialNa MídiaNotícias das Regionais

28/04/2015 - ACELERA-MGTI recebe auditoria da ANPROTEC

A Acelera-MGTI recebeu, no dia 24 de março, o auditor Evaristo Fernandes de Lima e o consultor Charles Savaris, do modelo de gestão do Centro de Referência para Apoio a Novos Empreendimentos (Cerne) da Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (Anprotec).

 

 

A visita fez parte das avaliações promovidas pela associação, no período de 16 a 27 de março, em 18 incubadoras das regiões Norte, Nordeste, Sudeste e Sul do país, que implantaram o Cerne 1 e se consideram preparadas para obter a certificação.

De acordo com a coordenadora do Empreendedorismo da Fumsoft, Daisy Melo, o acompanhamento da Anprotec foi uma prévia para a certificação, que ocorrerá em 2016. Nesse sentido, foi bastante válido, porque essa auditoria prévia nos mostrou onde precisamos melhorar. “O relatório da auditoria também apontou cerca de 70% de acertos, na Acelera-MGTI, que é um resultado muito bom, quando sabemos que, em outras incubadoras, esse índice variou entre 10 a 30%, apenas”, ressalta. Ainda de acordo com a coordenadora, a expectativa é que a incubadora esteja certificada, no Nível I, e que os demais níveis sejam alcançados no prazo de 18 meses.

“Achei muito interessante o modelo, o processo da Acelera-MGTI e a estrutura da Fumsoft e do projeto MGTI, como um todo”, destacou o auditor, Evaristo Fernandes Lima. Segundo ele, a incubadora já está com o Cerne implantado.

O consultor da Anprotec, Charles Savaris, também gostou do que viu. “O que mais me chamou a atenção, de forma positiva, na Acelera-MGTI, foi o alinhamento de todos os stakeholders, tanto dos colaboradores, como do Governo Federal, Estadual, prefeitura e entidades de Tecnologia da Informação. A Acelera-MGTI é um somatório de forças alinhadas”, resumiu Savaris.

Cerne

Fruto de uma parceria entre a Anprotec e o Sebrae, o Cerne é um modelo de gestão que visa promover a melhoria expressiva nos resultados das incubadoras de diferentes setores de atuação. Para isso, determina boas práticas a serem adotadas em diversos processos-chave, que estão associados a níveis de maturidade (Cerne 1, Cerne 2, Cerne 3 e Cerne 4). Cada nível de maturidade representa um passo da incubadora em direção à melhoria contínua.

Editar esta página (área restrita)

 

Institucional

Associados

Biografias

Depoimentos

Diretoria Nacional

Diretorias Regionais

Histórico

Internacional

Missão, Visão e Valores

Núcleos Regionais

Transparência

Contatos

Contate Nossa Assessoria

Onde Estamos

Receba nossa Comunicação

Sua Opinião

Webmaster

Associe-se!

Filie-se Já!

Quem pode se Associar

Seja um Conveniado

Seja um Patrocinador

Benefícios

Comerciais

Competitividade

Eventos

Juridico-Tributarios

Reconhecimento

Recursos Humanos

Representatividade

Salas e Auditórios

Biblioteca

Agenda do Setor de TI

Dados de Mercado

Documentos

Inscritos em Prêmiações em Andamento

Inscritos em Premiações Encerradas

Legislação

Material de Eventos

Oportunidades de Negócios

Perguntas Frequentes

Recomendações

Loja Virtual

Inscrição Prof. Imre Simon - 2014 - ASSOCIADOS

Inscrição Prof. Imre Simon - 2014 - NÃO ASSOCIADOS

Livro 'Juntos Somos Mais'

Na Mídia

Artigos

Clipping

Mídias Sociais

Newsletter

Notícias das Regionais

Notícias do Setor

Notícias dos Associados

Press Kit

Press Releases

Revista TI

Semana em Brasília

>
 
 
 

(C)opyright 1976 - 2016 by Assespro Nacional

Sede: SRTVS - Quadra 701 - Bloco A - Salas 829/831
Edifício Centro Empresarial Brasília
70340-907 Brasília (DF) - Brasil
Fone/Fax: +55 (61) 3201-0932

 

Layout desenvolvido por: