Página InicialNa MídiaArtigos

23/05/2011 - A Microsoft comprou o Skype: não só em busca de usuários

 Roberto C. Mayer discorre sobre a compra da operadora de telefonia de internet, Skype, pela Microsoft

Na última semana foi anunciada a compra da operadora de telefonia de internet, Skype, pela gigante Microsoft por nada mais nada menos que US$ 8,5 bilhões. Mas até onde vai esse investimento, essa aposta da Microsoft?

A grande disputa no mercado de tecnologia deixou de ser apenas por dinheiro. Hoje, a briga é por audiência. O Skype é a maior operadora de telefonia pela internet.  A base de usuários da empresa deriva de 700 milhões de downloads do aplicativo. O programa conecta dezenas de milhões de usuários conectados Simultaneamente e espalhados pelo mundo todo.

Ou seja, basta olhar esses números para enxergar o mar de oportunidades que a Microsoft passa a ter. Além de alcançar essa vasta gama de usuários, a empresa criada por Bill Gates também sai na frente de outros gigantes, como Facebook e Google, no mercado de telefonia via internet.

De forma maquiavélica, muitos já especulam que a Microsoft irá limitar o Skype apenas aos seus interesses. Plataformas Windows, Windows Phone, Xbox-Live, entre outras da marca irão contar com o programa, enquanto iPhone, iPads, MacBooks, Androids, e diversas outros sistemas ficariam órfãos do aplicativo.

Mas se levarmos em conta o histórico da Microsoft, quando ela é detentora de uma tecnologia, utiliza-a como um diferencial, embarcando os produtos junto às mais diversas plataformas. A reação mais provável não seria a descontinuidade da oferta do Skype para plataformas concorrentes da Microsoft, mas sim a de oferecer uma versão superior para quem utilize os produtos da marca.

Exemplificando: o Skype continuará tendo suporte no iPhone, mas a versão para Windows Phone será melhor, ou mais integrada com as demais funcionalidades do sistema operacional. Na medida em que a Microsoft agregue o Skype à sua plataforma mobile, ela cria um diferencial para sua plataforma, uma forma de atrair mais usuários e gerar maior competitividade a sua plataforma para smartphones, em relação à concorrência com as ofertas do Google (Android) e Apple.

Além de agregar um novo produto, oferecer um diferencial e englobar milhões de usuários com a compra do Skype, a Microsoft ainda passa a ter a oportunidade de alavancar uma área na qual anteriormente não havia obtido sucesso: o setor de Telecom. Com a aquisição da operadora de telefonia via internet, a Microsoft passa a gerar novas receitas, com perfil recorrente, modificando o perfil do fluxo de caixa da empresa.

Em resumo, a Microsoft não desembolsou US$ 8,5 bilhões por apenas um software. Ela investiu num conjunto de oportunidades, além do acesso a mais pessoas: audiência e usuários.

Editar esta página (área restrita)

 

Institucional

Associados

Biografias

Depoimentos

Diretoria Nacional

Diretorias Regionais

Histórico

Internacional

Missão, Visão e Valores

Núcleos Regionais

Transparência

Contatos

Contate Nossa Assessoria

Onde Estamos

Receba nossa Comunicação

Sua Opinião

Webmaster

Associe-se!

Filie-se Já!

Quem pode se Associar

Seja um Conveniado

Seja um Patrocinador

Benefícios

Comerciais

Competitividade

Eventos

Juridico-Tributarios

Reconhecimento

Recursos Humanos

Representatividade

Salas e Auditórios

Biblioteca

Agenda do Setor de TI

Dados de Mercado

Documentos

Inscritos em Prêmiações em Andamento

Inscritos em Premiações Encerradas

Legislação

Material de Eventos

Oportunidades de Negócios

Perguntas Frequentes

Recomendações

Loja Virtual

Inscrição Prof. Imre Simon - 2014 - ASSOCIADOS

Inscrição Prof. Imre Simon - 2014 - NÃO ASSOCIADOS

Livro 'Juntos Somos Mais'

Na Mídia

Artigos

Clipping

Mídias Sociais

Newsletter

Notícias das Regionais

Notícias do Setor

Notícias dos Associados

Press Kit

Press Releases

Revista TI

Semana em Brasília

>
 
 
 

(C)opyright 1976 - 2016 by Assespro Nacional

Sede: SRTVS - Quadra 701 - Bloco A - Salas 829/831
Edifício Centro Empresarial Brasília
70340-907 Brasília (DF) - Brasil
Fone/Fax: +55 (61) 3201-0932

 

Layout desenvolvido por: